terça-feira, 2 de junho de 2009

Artigo de Marcos Sousa: Por que não EU?

Por que não EU?

Em qualquer empresa, organização ou grupo existem pessoas que se destacam, atraem os holofotes e mostram que são capazes de agregar valor incalculável, ainda que aparentemente não tenham essa competência. Por outro lado, em algum "sótão ou porão escuro" da corporação, uma voz rouca e brava de alguém com competência igual ou superior tenta se fazer ouvir: "Por que nunca consigo me promover? Por que não consigo algum destaque aqui dentro?".

 
 

Enquanto isso, no topo dessa organização, o líder responsável pela promoção se justifica sobre sua decisão: "Ele tinha tudo para ser promovido se não fosse...". Em alguns casos, alguém acaba esquecido: "Como fui me esquecer dele?". Em outros, totalmente despercebido: "Quem é mesmo esse cara?".

 
 

No artigo "Se não fosse...", abordei que é um erro comum achar que devemos melhorar os pontos fortes e cuidar dos pontos fracos, quando tivermos tempo. Como avançamos com nossos pontos fortes tão longe permitem os nossos pontos fracos, precisamos sempre reavaliarmos como está nosso marketing pessoal, pois ele é sem dúvida alguma um dos fatores decisivos para qualquer sucesso na carreira ou na vida. Pensando nisso, seguem algumas dicas valiosas:

 
 

A primeira coisa que você vende é a si mesmo. Quando éramos pequenos não tínhamos muito problemas para convencer nossos pais a comprar algum doce no mercado. Nada mudou de lá para cá. Agora precisamos e devemos vender nossas idéias, imagem e trabalho. O que mudou foi o doce, a cobrança e o público-alvo.

 
 

Cultive sentimentos positivos. Chorar, espernear e se jogar no chão poderia funcionar quando você era pequeno, mas agora não cola mais. Todos estão travando alguma batalha pessoal muito dura. O que mais se busca é adultos otimistas, motivados e energizados ao seu lado. Emoções positivas semeiam ações e resultados positivos.

 
 

Desenvolva sua competência. Não seja apenas uma embalagem. Você precisa ter muito conteúdo para se estabelecer. Pior do que nunca ter uma oportunidade é desperdiçar a primeira que surgir por falta de preparação. Sua competência é seu ingresso para ter acesso à sala do chefe, aos clientes e ao lugar mais alto do ranking.

 
 

Posicione-se e ocupe algum lugar. Ninguém é especialista em tudo o que faz. Você precisa focar em algo e tornar-se um especialista no que faz. Você conhece marcas que são sinônimas de suas categorias? Então, você também deve ser sinônimo no que faz. Quem tenta ser o melhor goleiro, lateral e atacante no mesmo time, termina no banco.

 
 

Faça a diferença. Torne-se memorável. Você não está aqui para ser mais um na multidão. Imagina a oferta de pessoas e grandes profissionais no mercado. O que mais chama a atenção não é o igual ou comum, mas aquilo que é diferente, inovador, curioso e espetacular. Tente melhorar tudo o que você faz a fim de se tornar memorável.

 
 

Cuide de sua imagem. Você tem três imagens: a que você tem de si mesmo; a que os outros têm de você e a que você quer transmitir. Quanto mais alinhadas essas três estiverem, melhor será sua primeira impressão e aprovação. Um segredo: seja autêntico! Ficará mais fácil você se lembrar de ser o que realmente é.

 
 

Seja um bom comunicador. Em primeiro lugar, saiba ouvir atentamente o que os outros têm a dizer. Depois, tenha algo inteligente para falar. Pense e se comunique de forma simples e clara. O mundo está muito confuso, o tempo está escasso, as pessoas sem paciência e somos bombardeados por informações. Vá direto ao ponto!

 
 

Torne as pessoas importantes. Você não precisa ser melhor ou superior a alguém para obter seu espaço. Ao contrário, elogie, reconheça o valor das pessoas e as torne cada vez mais importantes e prestigiadas. Esteja disposto a servir-lhes com humildade. Do chão da fábrica até a sala do presidente, todos merecem e esperam por isso.

 
 

Ajude ou saiba quem pode ajudar. A vida nos retribui de modo mais rápido, quando ajudamos e servimos mais às pessoas. Não tenha colegas ou conhecidos. Tenha pessoas que um dia possam contar como você fez a diferença para elas. Elas serão eternamente gratas e fãs do seu trabalho.
Ajudar ajuda você.

 
 

Seja cordial. Infelizmente, as pessoas estão deixando as gentilezas de lado e se tornando cada vez mais frias e distantes. Um sorriso, um bom dia e um obrigado estão fazendo muita diferença nos dias atuais. Agradeça a Deus por tudo e às pessoas que sempre estão lhe ajudando.

 
 

Mais importante do que perguntar aos outros: "Por que não eu?" é perguntar a si mesmo: "Por que eu e não o outro?". Ainda que você não consiga agora, conseguirá na próxima vez. Se você não conseguir nessa empresa, conseguirá em outra. De qualquer modo, o sucesso cabe aos merecedores. "Você terá direito ao seu doce se se comportar e fizer o dever de casa". Não era assim que sua mãe dizia? Então, o dever de casa agora é cuidar do seu marketing pessoal.

Torne a vida dos outros mais doce!

03/06/2009

Marcos Antonio de Sousagraduado em Engenharia Eletrônica e MBA em Administração de Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Especialista em vários cursos nacionais e internacionais de vendas para o mercado de segurança eletrônica. Atua como consultor de Marketing, Vendas e Estratégia Empresarial para as empresas do ramo de segurança. Consultor da Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (ABESE). Conferencista em eventos realizados pela FENAVIST (Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores). Colunista da Associação Brasileira de Profissionais de Segurança (ABSEG). Palestrante nos principais congressos, simpósios e eventos de segurança eletrônica e privada do país. Articulista no Jornal da Segurança e SegNews, nas revistas Proteger, Venda Mais, Infra, Segurança&Cia, SESVESP, Security, Higi Press (ABRALIMP) e Negócio Fechado (Japão). Autor do livro: Vendendo Segurança com SEGURANÇA. E-mail: marcos@consultesousa.com

Nenhum comentário: