domingo, 29 de março de 2009

Alastre-se, conquiste seu espaço e alcance o sucesso! Por Emir Pinho

Alastre-se, conquiste seu espaço e alcance o sucesso!

Em minhas andanças pelas visitas, reuniões e treinamentos em empresas de segurança, seguidamente sou questionado sobre as maneiras de se formar uma equipe comercial e mais que isso, fazer com que essa equipe alcance uma posição de destaque em seu mercado local e até regional, trazendo cada vez mais clientes para compor sua carteira de atendimento.

Eu costumo dizer-lhes o quanto deve ser natural a preparação de uma boa equipe comercial. Na prática, a atuação se define como em um time de futebol. Com treino, muito treino.

Nas equipes temos os jogadores definidos por suas posições. Temos os zagueiros, prontos para enfrentar a concorrência, mesmo que desleal, dos adversários. Os alas e os meio campistas iniciam as jogadas, passam para os armadores que armam e preparam a arrancada dos atacantes. A partir daí, será função deles conseguir chegar à frente de ataque, invadir a área dos adversários, garantirem o domínio da bola mesmo defronte as tentativas de desarme e por fim tentar acomodar a bola no fundo das redes, prevalecendo sua vitória.

Mas para essa equipe alcançar essa e talvez outras vitórias, será necessário encarar muito trabalho, muito treino direcionado, muito entrosamento com todos os setores desse time, muito preparo técnico, muito entusiasmo... Muito empenho de todos individualmente e coletivamente.

E quando menos se esperar, em algumas vezes, o brilhantismo e a desenvoltura de um único jogador é capaz de definir uma partida inteira. Geralmente esse jogador é um atacante. Toda vez que falo isso me lembro a figura altiva e politicamente correta do Galinho Zico. Durante vários anos ele foi o dono da camisa 10 do Flamengo. E eu nem sou torcedor flamenguista... mas me encantava com sua postura dentro de campo. Era especial, participava das jogadas como um verdadeiro vendedor. E era. Vendia a alegria e o sorriso para a torcida rubro-negra. Em suas partidas, que ainda hoje se mostram quase uma pintura, víamos um mestre na arte do futebol colaborativo. Ele muitas vezes armava o time, estabelecia o ritmo, a jogada e a velocidade para o arranque... deixava seus adversários atônitos diante daquela avalanche... E por diversas vezes tinha a humildade de mesmo com o gol aberto diante de seus pés, passar a bola para a finalização de um de seus companheiros. Era a colaboração em pessoa!

Obviamente que ele treinava. Mesmo tendo sido agraciado com pés e dribles espetaculares ele recebeu uma das maiores graças divinas: a inteligência!

Essa inteligência fez com que ele se empenhasse, treinasse muito. Tanto que durante um tempo ele foi definido como um dos melhores batedores de falta que havia no país. Resultado de muito treino!Às vezes até quase a exaustão!

Mas esses treinos todos, as vitórias e também as formas de enfrentar as derrotas, credenciaram-no como um de nossos ícones no futebol. E sabem por quê? Porque ele teve a coragem de alastra-se... É isso mesmo... ALASTRAR-SE!

A palavra alastrar é definida da seguinte forma pelo Dicionário Houaiss:

* alargar ou alargar-se gradualmente; espalhar (-se), estender (-se)

* difundir-se ou promover a difusão de; propagar (-se)

* fazer crescer o raio de ação ou a incidência de, ou exacerbar-se rapidamente (um agente infeccioso, uma enfermidade etc.); propagar (-se), proliferar (-se)

* ocupar ou estar ocupado de maneira integral; cobrir (-se), encher (-se)


Ora, então vejamos, qual será o motivo pelos quais nossas equipes não tem se alastrado pelo mercado em que atuamos?

Talvez pela opressão do mercado e dos competidores adversários. Talvez por medo, talvez até por não ter-se dado conta disso...

Mas com maior chance de acertar eu diria que pela falta de treinamento e pela falta em alastrar-se pelo mundo afora.

Os nossos vendedores, consultores comerciais e o nome que queira se dar para os profissionais que devem ser verdadeiros atacantes em nosso time, precisam cada vez alastrarem-se mais pela área de nossos adversários. Sabedores que mantemos nossas estruturas azeitadas para os rebotes, e até mesmo para os contra-ataques, saberão fazer seu trabalho com maestria e perícia, proporcionando inúmeros momentos de gol, que por sua vez farão a alegria, talvez de dezenas, talvez de centenas, talvez de milhares e quem saiba um dia, de milhões de nossos torcedores e entusiastas.

Portanto fica a dica:

Treine, mas treine muito, pois a nossa alegria depende de seus pés e de sua inteligência! E bola prá frente!

Que todos tenham uma semana espetacular. Que se alastrem bastante, conquistem novos espaços e alcancem o sucesso pretendido.

E não esqueça que: Se a luta é boa, mão na espada!

Emir Pinho

P.S. Nesta semana que se inicia, estarei cumprindo agenda pré-estabelecida em Florianópolis, Balneário Camboriú, Blumenau, Joinville, Curitiba e Lages. Portanto estarei atendendo pelo celular. Ficarei muito contente em ajudar.

emir.pinho@chipsat.com.br
emir@consultordeseguranca.com.br

Fones:
Profissional: (51) 8126-1363
Pessoais: (51) 8179-7392 - (51) 9967-3306

Nenhum comentário: